Tempo de Polenta

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Como fazer
  1. Tempo de Polenta tempo de polenta la polenta 1735-1740 de pietro longhi por gabriela sampaio a polenta que comemos hoje é um prato há muito apreciado segundo historiadores teriam sido os romanos os primeiros a consumir o prato que chamavam de pulten e era feito com grãos de farro esmagados e cozidos com água com consistência mole a comida era temperada com queijos carnes e molhos os cartagineses por sua vez inimigos declarados de roma temperavam este antepassado da polenta com mel ovos e queijos na idade média o prato era produzido também com grãos de cevada arroz e outros cereais a arte também registrou a importância da polenta no cotidiano das pessoas em pantagruel de rabelais há menção ao millorque farinha de milho cozida na água - no cardápio do cozinheiro maschecroutte no poema épico orlando furioso de ludovico ariosto o herói morre após se empanturrar com uma variação da comida o pintor pietro longhi por sua vez eternizou o prato num quadro chamado a polenta a versão atual da polenta feita a base de farinha de milho só foi criada depois do descobrimento da américa a paternidade do prato é disputada até hoje pelas regiões de friuli venezia giulia e lombardia no norte da itália cozida no paiolo panela de cobre a polenta deve ser mexida com vigor para que não forme grumos após 45 minutos a massa é colocada na tafferia - uma tábua redonda - e ajeitada com uma espátula úmida tradições ensinam a fazer uma cruz na polenta antes de fatia-la com um cordão sorteios para decidir quem vai ficar com a crosticina casquinha crocante no fundo e nas paredes da panela também acontecem a polenta em suma é um prato que tem característica de reunir toda a família à sua volta até a chegada dos imigrantes italianos o mais perto que os brasileiros haviam chegado na polenta era o angu prato mineiro elaborado com farinha de milho muito fina obrigatoriamente sem sal depois de algum tempo restrita aos colonos e descendentes no sul do país o prato definitivamente invadiu outras praças e é uma ótima pedida durante o inverno considerada por muitos anos um prato pobre a polenta foi novamente redescoberta e pode ser apreciada hoje em restaurantes de renome onde é preparada com condimentos delicados molhos tradicionais e servida com um sem-número de acompanhamentos como lingüiça queijos aves caças cogumelos e ostras o bom companheiro da polenta certamente é o vinho respeitando a origem do prato a nossa indicação não poderia deixar de recair sobre os italianos para aquelas que levam ingredientes mais leves recomendamos um chianti um bom valpolicella um dolcetto ou um barbera já para polentas à base de carnes e molhos mais condimentados é preciso um vinho potente de combate como o piemontês barolo ou o toscano brunello di montalcino um deleite o taste preparou um pequeno guia com alguns dos melhores restaurantes que oferecem esta iguaria tão tradicional uma lista com receitas indicadas por chefs de peso também está a disposição aproveite polenta básica polenta com ragu de lingüiça e funghi porcini polenta com ragu de calabresa empório ravioli rua fidêncio ramos 18 vila olímpia - tel 3846-2908 friccò di frango rua cubatão 837 paraíso - tel 5084-0480 veja ainda - comida portuguesa - uma aula de churrasco -olivier anquier - e tudo começou com um ovo voltar.

Receita indicada por Cyber Cook
Tags: Acompanhamentos, Amidos
Esta com dúvidas sobre esta receita? Tente o nosso fórum culinário!

Reportar erros nesta receita

Vídeos relacionados:

Você também pode gostar ...

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Vídeos - Como Fazer