Galinha Caipira ao Molho Pardo

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Ingredientes
  • 1. 03 colheres de sopa de óleo de soja
  • 2. 02 dentes de alho amassados
  • 3. 01 cebola média picada ou ralada
  • 4. 01 pimentão verde picado
  • 5. 01 maço de cheiro verde
  • 6. 01 tomate picado sem as sementes e a casca
  • 7. sal a gosto
  • 8. pimenta do reino a gosto
  • 9. uma pitada de cominho ou noz-moscada
  • 10. 1/2 xícara de vinagre
Como fazer
  1. Mate a galinha cortando-lhe o pescoço.
  2. Apare o sangue numa vasilha onde tenha posto antes, 1/2 xícara de vinagre.
  3. Limpe a galinha, cortando-a pelas juntas e deixe-a marinandonos temperos constantes dos ingredientes acima, durante uma a duas horas.
  4. Não é recomendado matar a galinha na véspera, para que o sangue não amanheça e perca sua função, nem mesmo se colocado no refrigerador.
  5. Refogue os pedaços da galinha na gordura quente, juntando-lhe a vinha d'alho em que a ave ficou de molho.
  6. Se for necessário, vá acrescentando água, aos pouquinhos.
  7. Quando a galinha estiver macia, junte o sangue, previamente misturado com o vinagre de molho que se formou.
  8. Mexa bem até engrossar o caldo e sirva.
  9. Querendo, acrecente ervilhas e/ou seleta de legumes.
  10. Com arroz branco e polenta fica muito boa.
Prática minha, desenvolvida por iniciativa própria.


Receita indicada por Jailton Oliveira
Tags: Cheiro verde, Pimentão verde, Receitas Salgadas, Sal, Alho, Cominho, Noz moscada, Pimenta do reino, Óleo de soja, Pratos principais, Vinagre, Aves
Esta com dúvidas sobre esta receita? Tente o nosso fórum culinário!

Reportar erros nesta receita

Vídeos relacionados:

Você também pode gostar ...

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Este comentário foi relevante? 0

Meus pais se separaram e eu era muito novo, tinha menos de 4 anos e fiquei com meu pai e dois irmãos mais velhos.

Aos sete anos meu pai me imcumbiu de fazer almoço e eu lhe disse que não sabia; Ele me chamou na cozinha e fez feijão, arroz e carne com batatas, enquanto eu o observava atenta mente.

No outro dia todos foram trabalhar e eu fiquei para cozinhar. Por três dias consecutivos fiz FEIJÃO, ARROZ E BATATAS.

Meu irmão disse que não suportava mais o cardápio e eu lhe disse que meu pai só havia ensinado aquilo.

Meu pai virou-se para mim e disse: Na cozinha o mais importante é o tempero e você está acertando, então invente outro prato.

Em um domingo fomos convidados a almoçar na casa de um amigo e enquanto as crianças brincavam eu disfarçadamente observava a senhora que cozinhava uma galinha caipira.

Deixei passar alguns dias para não chamar a atenção e preparei essa receita.

Todos elogiaram, dizendo inclusive que estava melhor do que o que havíamos comido na casa do amigo. Meu irmão chegou a duvidar que eu tivesse feito sem a ajuda de alguém.

Não liguei, me empolguei e hoje me acho um bom cozinheiro.

Jailton Oliveira - em 28/11/2007
Este comentário foi relevante? 0

amei


credo eu fiz e pareceu coco de nenem

esther - em 11/09/2012
Vídeos - Como Fazer