Feijoada Leve

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Como fazer
  1. Feijoada Leve Um pouco de história e filosofia da feijoada: A Feijoada tem sua origem na comida dos escravos.
  2. Eles só podiam dispor das piores partes do boi e do porco, pois as melhores ficavam para o senhor e, em viagem, só podiam levar carnes salgadas e defumadas.
  3. Se bem que os tropeiros nas paradas, denominadas de sesteadas, matavam algum animal e comiam carne fresca.
  4. Feijoadas pesadas e indigestas, são aquelas em que o feijão é mal cozido, as carnes são mal cozidas e contém muita gordura.
  5. Carnes salgadas, se cozidas junto com o feijão impedem seu cozimento.
  6. Nossa receita visa solucionar tais problemas e ensinar a fazer uma feijoada gostosíssima e leve para a digestão.
  7. Use 2 panelas: Uma de pressão, a outra pode ser comum e grande.
  8. Não compre o material com muita antecedência.
  9. Compre charque magro, costelinha defumada magra de porco, pé de porco fresco sem sal, (o pé de porco pode ser substituido por torresmo de courinho fresco de porco sem gordura) pode comprar também lingüiça de primeira magra, couro de porco fresco picado sem sal e outras carnes que quiser, desde que sejam magras e sem gordura.
  10. Também pode colocar língua de boi, carne de peito de boi, paeta, mas, tire as gorduras.
  11. Não compre bacon.
  12. O paio é dispensável, mas o couro fresco de porco é insubstituível pois engrossa e dá liga à feijoada.
  13. Use três quilos de carnes, para cada quilo de feijão.
  14. Comece o preparo de véspera.
  15. Pique e lave bem o charque.
  16. Coloque-o picado numa panela com água e bastante sal durante uma hora para dessalgar.
  17. Lave novamente e coloque com as outras carnes.
  18. Em outra panela, ou a de feijão grande, frite alho, cebola, não ponha sal, coloque cominho, junte as carnes frescas (não salgadas) como pé de porco fresco sem sal, charque picado e dessalgado, muita costelinha defumada, que são carnes obrigatórias, e o que mais quiser de carnes cruas e sem sal nem gordura (língua de boi, ponta de peito de boi, músculo, coração de boi limpo de gorduras, posta picada, ou o que lhe der na telha, mas, repito, não use bacon porque é gordo).
  19. Acrescente muita água e cozinhe até as carnes desmancharem.
  20. Coloque as carnes numa vasilha na geladeira.
  21. À noite, se quiser, coloque o feijão de molho.
  22. No dia seguinte utilize a mesma panela de pressão (melhor as de cinco litros), para cozinhar o feijão, só na água até rachar bem, sem sal nem carnes.
  23. Você terá numa panela feijão e em outra carnes bem cozidas e sem gordura o que é muito gostoso e digesto.
  24. Nunca use salitre.
  25. Mistura das carnes com o feijão: Antes de servir a feijoada apanhe na geladeira a vasilha ou panela com as carnes e jogue fora toda a gordura que estiver por cima, solidificada.
  26. Misture as carnes com o feijão super cozido, numa panela grande comum.
  27. Mexa tudo, verifique se falta sal e coloque o suficiente, (é melhor faltar um pouco que sobrar).
  28. Adicione uma laranja verde com casca cortada ao meio e um pouco de manjerona e louro.
  29. Coloque água, o suficiente.
  30. Cozinhe por mais meia hora em fogo alto, cuidando para não faltar nem sobrar água, ou queimar.
  31. Sirva com laranjas verdolengas descascadas e uma cachacinha de alambique curtida na losna ou folhas alcachofra.
  32. Receita do M.
  33. Polinari.
  34. Garanto que não dá azia e você repete o prato.

Receita indicada por Marcello Poliari
Tags: Carne, Receitas Salgadas, Pratos principais, Carne de Porco, Receitas de Feijão
Esta com dúvidas sobre esta receita? Tente o nosso fórum culinário!

Reportar erros nesta receita

Vídeos relacionados:

Você também pode gostar ...

Envie uma foto desta receita! Adicionar ao livro
Vídeos - Como Fazer