Le Cordon Bleu

O termo é amplamente divulgado no universo da gastronomia, mas muita gente ainda nem imagina o que ele significa. Na verdade se trata de uma escola francesa de culinária que todo o chef sonha pisar. Muita gente famosa já passou por lá. Entre os brasileiros temos Renata Braune, Flávia Quaresma e João Leme.

A origem desse nome tem uma história curiosa. Os melhores membros de uma ordem de cavaleiros francesa eram destacados com uma fita azul. Esse mesmo grupo ficou conhecido por seus banquetes requintados e fartos chamados de "cordon bleu" (cordão azul), nome que virou sinônimo de excelente comida.
 
Depois disso, o termo foi adotado por uma revista de culinária francesa, La Cuisinière Cordon Bleu, que virou um guia para os melhores chefs franceses, isso no século 19. E se transformou em uma das melhores escolas de culinária do mundo. Hoje em dia há filiais espalhadas pelos principais países, entre eles, Inglaterra, Austrália, Canadá, Japão, Estados Unidos, Bangkok e até no Peru.

Quem não pode ir até as unidades confere alguns de seus segredos por meio de livros da escola. Um deles já foi lançado aqui no Brasil. Chamado de "Le Cordon Bleu: Todas as Técnicas Culinárias” (Editora Nobel), a obra tem mais de 800 segredos de preparações e técnicas de cozinha, além de 200 receitas básicas usadas nas aulas, da cozinha clássica francesa até as mais exóticas do Oriente. A bíblia que todo o chef tem na sua cozinha!


Matéria assinada por:
Juliana Lopes


Comente e compartilhe com os amigos do Cook Club!

Dê sua avaliação

Vídeos - Como Fazer