10 alimentos que não devemos comprar a granel

2 avaliações

Pode parecer uma ótima ideia comprar a granel, pois além de reduzir o uso de embalagens desnecessárias, você também economiza tempo e dinheiro. O problema é que alguns alimentos acabam estragando rapidamente, muitas vezes, antes de você conseguir utilizar eles.

O ideal é sempre verificar a data de validade dos alimentos. Pense se você vai conseguir usar toda a quantidade que pretende comprar, dentro do período de validade. Caso não consiga usar tudo, o que ocorre na maioria das vezes, você vai estar jogando dinheiro fora, ao ter que descartar ingredientes vencidos.

Reunimos 10 alimentos, que você deve comprar em pequenas quantidades:

1. Castanhas, Amêndoas, Nozes e Sementes




Foto: Reprodução - Pinterest

Oleoginosas e sementes possuem um alto teor de óleo, provenientes principalmente de gorduras insaturadas, que são boas para nós. O problema é que alimentos com muita gordura, acabam estragando mais rápido, quando estocados por muito tempo. Mesmo quando armazenados adequadamente em recipientes hermeticamente fechados, eles tendem a durar no máximo dois meses. Se você quer prolongar a vida de útil, mantenha os recipientes na geladeira ou freezer, onde eles podem durar por até 6 meses ou um ano.

2. Farinhas




Foto: Reprodução - Pinterest

Seja a farinha comum, integral, ou qualquer outra variedade de farináceo tende a absorver umidade se não for estocado corretamente, por isso podem ficar rançosos rapidamente. Enquanto a farinha refinada pode durar por até um ano, farinhas de grãos, nozes e farinhas integrais, possuem uma validade um pouco menor. A dica é comprar pequenas quantidades e estocar em algum local fresco e escuro, ou melhor ainda, na geladeira ou freezer.

3. Especiarias




Foto: Reprodução - Pinterest

Embora elas não estraguem, especiarias e temperos secos acabam perdendo aroma e gosto com o tempo. Especiarias moídas, começam a perder o seu sabor após os seis primeiros meses, enquanto especiarias inteiras, preservam os sabores por até um ano. Por isso, compre apenas o que realmente vai utilizar.

4. Arroz e outros grãos integrais




Foto: Reprodução - Pinterest

Assim como nozes e sementes, grãos integrais também são ricos em óleos. Estes óleos estão concentrados no farelo e gérmen do grão, que são retirados no processo de refinamento, mas continuam presentes nos grãos integrais. Compre apenas o que você acha que vai usar dentro de seis meses e mantenha em um recipiente hermético, guardado em um lugar fresco e escuro.

5. Pães




Foto: Reprodução - Pinterest

Pães tendem a envelhecer de um dia para outro, e se transformam em uma pedra impossível de comer. Embora você possa impedir que o pão envelheça, congelando ele, dificilmente você vai ter espaço no freezer para estocar tantos pães. Por isso, procure comprar apenas o necessário, evitando desperdício.

6. Óleos




Foto: Reprodução - Pinterest

A essa altura, você já deve ter notado um padrão. Se as nozes, sementes e grãos que contêm óleos, estragam facilmente, a regra é a mesma para os óleos. Não importa o tipo de óleo, seja azeite, de gergelim, de canola ou girassol, todos possuem um tempo limitado de uso após abertos. Após o contato com o oxigênio a validade varia entre 3 e 6 meses.

7. Ovos




Foto: Reprodução - Pinterest

Ovos possuem uma vida útil que varia de 3 a 5 semanas. Por isso, a menos que você coma meia duzia de ovos por dia, não é uma boa ideia comprar a granel.

8. Café




Foto: Reprodução - Pinterest

Se você gosta de um café fresco e aromático, procure utilizar grãos que foram torrados a pouco tempo e compre em pequenas quantidades. Evite comprar a granel, onde os grãos ficam em grandes caixas e tanques por muito tempo, perdendo o seu aroma e sabor.

9. Cereais




Foto: Reprodução - Pinterest

Embora seja um pouco tentador, comprar grandes caixas de cereal para economizar na conta final, cereais envelhecem mais rápido do que você imagina. E outra, é horrível se sentir “obrigado” a comer uma tigela de cereais todo dia, só para não estragar seu estoque.

10. Fermentos




Foto: Reprodução - Pinterest

Enquanto o bicarbonato de sódio tem uma vida útil indefinida, o fermento químico e biológico não. Fermento em pó absorve a umidade, por isso vai ficar fresco e ativo por cerca de 6 meses a um ano, se armazenado em local fresco e seco. Fermento biológico tem uma vida útil ainda mais curta. Uma vez aberto, independentemente da data de validade na embalagem, fermento biológico seco permanecerá ativo por cerca de 4 a 6 meses, enquanto o fresco mantém por apenas 4. Armazene o fermento fresco na geladeira, e o seco no congelador para aumentar a validades de ambos.

O que acharam dessas dicas? Compartilhe com a gente :)

Comente e compartilhe com os amigos do Cook Club!

Dê sua avaliação

Este comentário foi relevante? 0

Dicas úteis
Informação nunca é demais. Achei as dicas muito úteis e elucidativas. Evitam o desperdício de alimentos .

Marlene - em 23/08/2015

Este comentário foi relevante? 0

cuidado com o que come
NO SOMOS O QUE COMEMOS .POR ISSO MUITA ATENÇÃO NA HORA DAS COMPRAS. PACIENCIA

celina - em 21/08/2015

Vídeos - Como Fazer